Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 7 de julho de 2012

SAIBA O QUE É FULL HD ANTES DE COMPRAR A SUA NOVA TV


image

SAIBA O QUE É FULL HD ANTES DE COMPRAR A SUA NOVA TV

Se você, não sabia o que significava o termo Full HD, leia o artigo, que explica de forma  simples, correta e objetiva os detalhes desta definição:
 
 
image
 
Você está passeando por uma loja de eletroeletrônicos e vê uma TV de plasma ou LCD com o selo Full HD. Mas que raios significa Full HD? E 1080?
 
Vou ser simples: Full HD (Full High Definition [ao pé da letra: Alta definição máxima]) é a resolução máxima que uma TV de alta definição (HDTV) do mercado alcança. Se você chegar perto de uma TV de tubo normal, vai perceber uns ‘pontos’ na tela. Esses pontos são chamados de pixels. Uma TV Full HD tem 1920 pixels de resolução horizontal por 1080 linhas de resolução vertical, equivalendo a uma resolução com 2.073.600 pixels no total, o que permite um melhor detalhamento da imagem.
 
Mas porque eu vejo uma imagem ruim do DVD numa televisão Full HD? 
 
A imagem do DVD fica ruim na televisão por dois motivos: A mídia e o cabo. Para obter uma boa qualidade de imagem, você precisa de um vídeo em alta definição. Geralmente alguns DVDs (principalmente os piratas) sofrem uma compressão de arquivo (diminuição da resolução para um maior tempo de vídeo). A conseqüência, às vezes, é uma qualidade de um ‘vídeo de internet’ numa TV Full HD. A mídia especial para vídeos de alta definição é o BD (Blu-Ray Disc [Disco usado no PS3]) que suporta até 50 GB, enquanto um DVD suporta até 8,54 GB.
 
image
 
O cabo também é outra história. Os DVDs geralmente vêm com um cabo áudio e vídeo, o que não gera toda a qualidade do vídeo para uma TV. Para alcançar a qualidade máxima de um DVD, você deve usar um cabo de vídeo componente (YPbPr) no seu televisor. Para alcançar uma qualidade digital máxima de transmissão em uma TV Full HD, você deve usar um cabo HDMI (High Definition Multimedia Interface).
 
image
 
E porque todos da emissora de TV ficam achatados na tela de uma TV Full HD?? 
 
Isso é questão de transmissão. A TV analógica transmite em um formato chamado 4:3, enquanto as transmissões digitais são em widescreen (16:9). Sabe aquelas faixas pretas que ficam na horizontal acima e abaixo do vídeo em alguns filmes? É como se fosse uma simulação do formato 16:9 (Formato usado pelo cinema). Confira a imagem abaixo:
 
image
 
Percebemos que a ultima imagem fica achatada (4:3 redimensionado).Para uma transmissão em 16:9 com qualidade digital, é preciso um set-top boxsinal digital, uma TV com o selo “HDTV Ready” ou Full HD.
 
Veja abaixo a comparação de uma TV digital com uma TV analógica:
 
image
Todas TV´s Full HD recebem sinal digital nas transmissões de TV aberta (por antena)?
Nem todas TV´s Full HD recebem sinal digital nas transmissões de TV aberta (por antena). Para isto é necessário que a TV possua um conversor digital integrado no padrão adotado no Brasil (padrão ISDB-Tb).
Caso contrário será necessário a utilização de um conversor digital externo, chamado deset-top box, para fazer a conversão de sinal.
 
img_pag131
 
No caso de transmissão a cabo ou satélite (parabólica) por assinatura, contate o seu provedor para verificar qual o conversor digital adequado para a sua recepção…
 
Portanto, na hora de comprar a sua TV de alta definição (Full HD), é importante saber se a mesma já vem equipada com o conversor digital integrado, reduzindo-se os custos com a aquisição de um equipamento externo (set-top box) complementar.
 
OBS.:
 
1. É necessário que a sua cidade já receba sinal digital – veja aqui as cidades e emissoras que já tem canal digital 
 
2. Nem todos os programas de uma emissora digital são gerados em HD (alta definição) – veja aqui a programação da emissoras em HD
 
3. Nem todos canais e programas de TV por assinatura possuem conteúdo digitalizado e de alta definição (HD). Contate o seu provedor e peça orientações…
 
4. Mesmo que a sua HDTV possua conversor digital integrado, será necessário umaantena UHF para recepção de sinal digital nas transmissões de TV aberta. Basta uma antena UHF convencional e de boa qualidade.                   
                            
5. Muitos modelos de TV´s de alta definição vendidas atualmente já possuem conversor digital integrado (pergunte ao vendedor antes de comprar)
 
6. Veja aqui a nomenclatura completa da TV digital, segundo o SBTVD (Sistema Brasileiro de TV Digital)
 
7. De acordo com o cronograma do SBTVD, até junho de 2013 todas as emissoras e cidades brasileiras terão transmissão digital. Junho de 2016 será encerrada as transmissões analógicas no Brasil.
 

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Internet 4G – Saiba Tudo Sobre Essa Nova Tecnologia


Internet 4GUm assunto que chama a atenção dos que se interessam por tecnologia é a habilitação da internet 4G no país. Em 2009, quando a internet 3G começou a ser bem aceita no país por conta dos modens e smartphones, a Anatel, órgão público responsável pela regulação das telecomunicações no Brasil, divulgou as primeiras regras em relação à tecnologia4G.

A previsão era que o modelo de transmissão entrasse em vigor em 2012, mas a meta é deixar a banda larga 4G habilitada até 2014, quando o país receberá um grande número de turistas, devido à realização da Copa do Mundo do Brasil. A internet 4G pretende aumentar em até 180 vezes a velocidade que temos atualmente com a tecnologia 3G. Um exemplo que usam para exemplificar a diferença de velocidade tem a ver com os downloads. Um arquivo de 1 gigabyte, que demora em média seis horas para ser baixado no 3G, demorará, em média, dois minutos com a nova tecnologia. Com isso, dá para entender a ansiedade das pessoas que acompanham e querem desfrutar dessas vantagens.
Além do download de arquivos, o 4G permitirá que o usuário assista a vídeos em alta definição direto da internet no seu aparelho eletrônico. O principal problema para que a tecnologia seja viável no Brasil é a sua infraestrutura, pois para chegar à velocidade máxima que a internet 4G é capaz de transmitir será preciso um gasto muito grande de investimentos, principalmente em fibra ótica, que ainda é um produto caro. Além disso, leva-se em consideração a demanda do país em relação ao uso da tecnologia, visto que há várias regiões no país que não fazem o uso nem do 3G.
Apesar disso, é garantido que alguns dispositivos entrem em funcionamento já esse ano, e o ministro das telecomunicações Paulo Bernardo afirmou que até 2014 a tecnologia já estará em pleno uso no Brasil.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

O que São e Como Agem os Vírus de Computadores


Trojan VírusQuem nunca teve seu computador infectado por algum tipo de vírus? Mas, afinal, o que são vírus de computadores? Hoje existe uma infinidade desses programas nocivos que recebem esse nome pelo fato de se assemelharem a vírus reais ao se multiplicarem com facilidade.
Além da multiplicação rápida, os vírus de computadores necessitam de um hospedeiro, aguardam a hora ideal para atacar e procuram se esconder para que não sejam exterminados. Esses vírus desenvolvidos por programadores infectam o sistema e utilizam várias formas para se espalharem para outros computadores.
Até algumas décadas, os vírus contaminavam outros computadores através do uso de disquetes, por exemplo. Com o advento da internet, atualmente, eles podem se espalhar para o mundo todo em questão de minutos. Anexos inseridos em e-mails são hoje o modo mais corriqueiro de propagação dos vírus. Basta apenas um clique para que o sistema esteja infectado.
Depois de contaminar o computador, o vírus executa tarefas diversas, que podem chegar até à eliminação de um sistema operacional inteiro. Entretanto, vale destacar que os vírus não são capazes de prejudicar o hardware do computador, pois eles se constituem em softwares. Sendo assim, é impossível que eles quebrem ou queimem partes físicas dos computadores.
Em 1983 um pesquisador americano deu o nome de vírus de computadores aos programas nocivos. Entretanto, acredita-se que o primeiro vírus tenha surgido em 1987 com o nome de “Brain”.
Dados de 2005 da International Security Association (ICSA) já mostravam que eram criados cerca de 400 novos vírus por mês, o que impede que os internautas estejam completamente livres desses programas maliciosos.
Hoje há uma grande variedade de antivírus, softwares utilizados para proteger os computadores. O importante é que o usuário tenha em mente que deve manter o antivírus atualizado sempre para que o sistema operacional de seu computador esteja seguro.

Nokia e Microsoft Se Juntam Contra os Grandes do Mercado



Nokia e MicrosoftEm fevereiro de 2011 foi anunciada a parceria entre Nokia e Microsoft, a qual busca equilibrar ambas as marcas e foca o mercado de sistemas móveis, com o desenvolvimento de novas tecnologias e aplicações na área. A principal ação dessa parceria é a adoção do Windows Phone como um dos pilares da Nokia, auxiliando a Microsoft na melhoria e manejo da plataforma.
Devido à grande concorrência existente na área de dispositivos móveis, principalmente com o lançamento das plataformas do Google, a parceria foi uma estratégia que ocorreu na hora certa e promete dar um fôlego a mais no mercado, aumentando a concorrência e inevitavelmente melhorando a qualidade e principalmente os preços para os clientes finais. Apesar de ser uma disputa ferrenha, no final o setor só tem a ganhar com ela.
Apesar da junção, a Nokia ainda continuará desenvolvendo sua plataforma Symbiam, isso porque a concorrência com o Android ainda é muito forte e a intenção é que as duas empresas se juntem cada vez mais para se equipararem ao seu concorrente direto. A tendência é que ambas ofereçam aos usuários de celulares e smartphonesmais inovações, combinando suas forças e cada uma atuando em sua área específica.
A ideia é que esse ano a parceria se consolide ainda mais com o lançamento de aparelhos e com várias convenções pelo mundo, apresentando novos conteúdos e procurando colaboradores. Segundo os responsáveis, o objetivo é combater o domínio das marcas mais procuradas no mercado e oferecer produtos de qualidade superior que satisfaçam as vontades do consumidor, inovando e trazendo coisas que as atuais marcas dominantes não trazem para o público.
Com certeza 2012 será um ano de novidades para os consumidores e também de aquecimento do setor que promete movimentar milhões em capital, tornando a concorrência cada vez mais acirrada.