Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

O que São e Como Agem os Vírus de Computadores


Trojan VírusQuem nunca teve seu computador infectado por algum tipo de vírus? Mas, afinal, o que são vírus de computadores? Hoje existe uma infinidade desses programas nocivos que recebem esse nome pelo fato de se assemelharem a vírus reais ao se multiplicarem com facilidade.
Além da multiplicação rápida, os vírus de computadores necessitam de um hospedeiro, aguardam a hora ideal para atacar e procuram se esconder para que não sejam exterminados. Esses vírus desenvolvidos por programadores infectam o sistema e utilizam várias formas para se espalharem para outros computadores.
Até algumas décadas, os vírus contaminavam outros computadores através do uso de disquetes, por exemplo. Com o advento da internet, atualmente, eles podem se espalhar para o mundo todo em questão de minutos. Anexos inseridos em e-mails são hoje o modo mais corriqueiro de propagação dos vírus. Basta apenas um clique para que o sistema esteja infectado.
Depois de contaminar o computador, o vírus executa tarefas diversas, que podem chegar até à eliminação de um sistema operacional inteiro. Entretanto, vale destacar que os vírus não são capazes de prejudicar o hardware do computador, pois eles se constituem em softwares. Sendo assim, é impossível que eles quebrem ou queimem partes físicas dos computadores.
Em 1983 um pesquisador americano deu o nome de vírus de computadores aos programas nocivos. Entretanto, acredita-se que o primeiro vírus tenha surgido em 1987 com o nome de “Brain”.
Dados de 2005 da International Security Association (ICSA) já mostravam que eram criados cerca de 400 novos vírus por mês, o que impede que os internautas estejam completamente livres desses programas maliciosos.
Hoje há uma grande variedade de antivírus, softwares utilizados para proteger os computadores. O importante é que o usuário tenha em mente que deve manter o antivírus atualizado sempre para que o sistema operacional de seu computador esteja seguro.

Nokia e Microsoft Se Juntam Contra os Grandes do Mercado



Nokia e MicrosoftEm fevereiro de 2011 foi anunciada a parceria entre Nokia e Microsoft, a qual busca equilibrar ambas as marcas e foca o mercado de sistemas móveis, com o desenvolvimento de novas tecnologias e aplicações na área. A principal ação dessa parceria é a adoção do Windows Phone como um dos pilares da Nokia, auxiliando a Microsoft na melhoria e manejo da plataforma.
Devido à grande concorrência existente na área de dispositivos móveis, principalmente com o lançamento das plataformas do Google, a parceria foi uma estratégia que ocorreu na hora certa e promete dar um fôlego a mais no mercado, aumentando a concorrência e inevitavelmente melhorando a qualidade e principalmente os preços para os clientes finais. Apesar de ser uma disputa ferrenha, no final o setor só tem a ganhar com ela.
Apesar da junção, a Nokia ainda continuará desenvolvendo sua plataforma Symbiam, isso porque a concorrência com o Android ainda é muito forte e a intenção é que as duas empresas se juntem cada vez mais para se equipararem ao seu concorrente direto. A tendência é que ambas ofereçam aos usuários de celulares e smartphonesmais inovações, combinando suas forças e cada uma atuando em sua área específica.
A ideia é que esse ano a parceria se consolide ainda mais com o lançamento de aparelhos e com várias convenções pelo mundo, apresentando novos conteúdos e procurando colaboradores. Segundo os responsáveis, o objetivo é combater o domínio das marcas mais procuradas no mercado e oferecer produtos de qualidade superior que satisfaçam as vontades do consumidor, inovando e trazendo coisas que as atuais marcas dominantes não trazem para o público.
Com certeza 2012 será um ano de novidades para os consumidores e também de aquecimento do setor que promete movimentar milhões em capital, tornando a concorrência cada vez mais acirrada.